Focos do mosquito da dengue na Cidade Alta coloca Secretaria da Saúde em alerta

Os dois casos foram identificados nas ruas Planalto e Bento Manoel, há cerca de 20 dias.

Desde que os vetores foram encontrados, a Secretaria da Saúde de Alegrete, através da Vigilância Ambiental, vem intensificando o trabalho preventivo como Aedes Aegypti. Na região onde foram identificados os focos está sendo desenvolvido um trabalho de educação sanitária, limpeza e utilização de larvicida para evitar o alastramento do foco. Além disso houve a coleta de amostras e mais um foco foi encontrado, mas rapidamente extinguido. Essa ação da Secretaria de Saúde envolve 35  quadras no entorno de onde foi identificado o vetor da dengue. Mesmo que a cobertura da área atingida abranja 85%, a autoridade sanitária alerta à população para que colabore com os agentes epidemiológicos em suas residências para que assim possam dar seguimento ao trabalho preventivo.

Armadilhas inspecionadas pelo setor de controle de vetores

Outra informação relevante é que Alegrete agora conta com um laboratório de entomologia, que dará agilidade às análises das amostras coletadas pela Vigilância Ambiental, uma vez que as análises laboratoriais de antes demoravam até 30 dias. Agora os resultados poderão sair em quatro dias.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*