Foragido do Presídio de Erechim é preso junto com comparsa após tentar furar barreira em Vacaria

Dupla foi alcançada pelos policiais e presa ao tentar fugir a pé e se esconder em pátio de residência, durante ação da PRF e BM. Outros seis fugitivos são procurados.

Foi preso na noite desta sexta-feira (22) em Vacaria, no Norte do Rio Grande do Sul, mais um dos 13 detentos que fugiram do Presídio de Erechim, na mesma região, na madrugada do último domingo (17). Foi o sétimo foragido a ser capturado, e outros seis ainda são procurados.

O homem estava junto com um comparsa em um carro roubado, que foi recuperado na ação realizada em conjunto pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Brigada Militar. A perseguição foi gravada em vídeo ).

Os policiais realizavam uma barreira policial na BR-285 quando a dupla, a bordo de um Sandero, desobedeceu a uma ordem de parada. A perseguição teve início, e durou alguns quilômetros. Ao ser alcançada, a dupla desceu do carro e fugiu a pé em direção a um córrego.

Os suspeitos foram presos quando tentavam se esconder no pátio de uma casa no bairro Fátima. Os homens, de 31 e 34 anos, estavam com um revólver.

O automóvel foi roubado há três dias em Passo Fundo, também no Norte do estado, e seria devolvido ao dono.

A fuga

Conforme a Brigada Militar, dois buracos foram abertos durante a fuga em Erechim: um entre as celas 15 e 16, onde os presos estavam, e outro que deu acesso à rua. A Susepe não deu detalhes sobre onde e como esses buracos foram abertos, apenas disse que a fuga se deu pela “fragilidade estrutural do presídio”.

Logo após a fuga, o alarme do presídio disparou. Policiais chegaram a atirar, mas ninguém ficou ferido.

Por determinação do corregedor-geral do sistema penitenciário, José Serpa, uma sindicância interna foi aberta para apurar os fatos.

Medidas contra fugas

Na última quinta-feira (21), o governo do estado anunciou um pacote de medidas, entre elas, ações de enfrentamento a fugas. A Susepe informou que alguns delegados regionais penitenciários serão substituídos.

Somente em 2019, quatro ocorrências de fuga, com 43 foragidos, foram registradas em presídios do estado. Uma quinta em Cerro Largo foi confirmada pela Susepe, com mais um foragido. Dos 44, 31 foram recapturados.

Uma das ocorrências foi no Presídio Estadual de Erechim, de onde 13 presos fugiram no último domingo (17). Segundo o governo, a fuga se deu pela “fragilidade estrutural do presídio”.

Outra medida é a realização de uma avaliação técnica das estruturas de todas as casas prisionais, em especial das que apresentaram fugas neste ano.

Também foi anunciada a formatura de 127 agentes penitenciários, prevista para abril. Eles estão em curso de formação e devem integrar a equipe das novas casas prisionais.

Fonte: G1

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*