Força Tarefa dá mais um duro golpe no abigeato

A Polícia Civil, através da Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato, deflagrou na data de ontem (30), em Pelotas a Operação Costa Doce onde seis pessoas foram presas por abigeato.
A Força Tarefa, que tem como coordenadores os delegados Cristiano Ritta e André Mendes, há vários meses investigava uma organização criminosa, especializada em abigeato na forma de carneada, que atacou várias cidades e era responsável pelo furto de pelo menos 400 cabeças de gado por ano. O Bando era composto por seis homens e uma mulher, cada um com sua função bem definida dentro da organização. Todos tiveram prisão preventiva decretada pela comarca de pelotas. Os carneadores iam a campo furtar o gado utilizando veículos roubados, e sempre muito bem armados. A carne ia para Pelotas onde era comercializada em um açougue da cidade. A operação foi denominada Costa Doce porque a investigação teve início através de alguns furtos de gado ocorridos nas proximidades da Lagoa dos Patos.

Apurou-se durante as investigações que o bando atacava em praticamente toda metade sul do RS. Quatro dos investigados recentemente já haviam sido presos em razão de outro processo decorrente de trabalho da Força Tarefa e por isso já se encontram no sistema prisional, sendo essa a segunda prisão decretada contra eles, o que conforme os policiais vai dificultar que venham a estar em liberdade logo em seguida. Com essas prisões a Força Tarefa, que está em atividade há pouco mais de um ano, já contabiliza 162 prisões, fato que diminui o abigeato em 23,5 % no ano de 2017, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública.

 

Fonte, foto e vídeo= Polícia Civil
Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *