Grávidas reclamam da falta de ginecologistas em ESFs de Alegrete

As grávidas de primeira viagem estão sentindo uma insegurança muito grande em Alegrete, em relação a falta de ginecologistas na Rede Pública de Saúde.

Uma jovem, de 27 anos, após fazer dois testes de farmácia e confirmar a gravidez foi ao ESF Vila Nova, esta semana, para fazer o Pré-natal.  Ela foi informada de que vai ter que consultar com clínico geral, porque não tem ginecologista.

-Ela diz estar apreensiva, por ser sua primeira gravidez e deseja consultar com médico da área. A gestante questiona que antes, pelo menos para as grávidas, havia este especialista na Rede Pública.

A gestante  acredita estar com mais de cinco semanas de gravidez e quer uma reposta para que possa ter esse direito assegurado – consulta com médico ginecologista.

Luciana Chies, da Secretaria da Saúde, explica que a rede do município de saúde tem apenas dois ginecologistas e um destes se aposentou de uma matrícula. Ela disse que os médicos da  ESFs são capacitados a atender à saúde da família desde a criança idoso e gestantes.  Elas só vão para o especialista, no último trimestre de gravidez, ou se houver uma intercorrência.

Vera Soares Pedroso

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *