Homem, desorientado, foi encontrado caído em vala no interior de Alegrete

Trabalhador rural salvou a vida de um homem de 49 anos. Ele o encontrou caído, dentro de uma vala em um banhado, nos fundos do Corredor dos Caferatti, em Alegrete.

Na manhã de quinta-feira (22), Douglas Silveira, que tem chácara na entrada da estrada dos Pinheiros, saiu para o campo à procura de uma porca. Depois de passar em alguns locais, ele visualizou que havia uma pessoa dentro da vala. Imediatamente, Douglas foi ao local e verificou que o homem estava vivo, mas precisava de ajuda. Ao questionar o nome e o que tinha acontecido, ele ficou ainda mais preocupado por perceber que o homem estava confuso. Apenas disse que lembrava do nome, Ereni Rocha, e não tinha ideia de como estava ali. Também não recordava onde era a residência ou número de familiares que pudessem auxiliá-lo. Douglas o colocou em cima do cavalo e o levou até um vizinho, mais próximo à margem da rodovia, BR 290.

Ligou para Brigada Militar e relatou o que tinha acontecido.  Uma guarnição foi ao local e encaminhou Ereni à UPA. Ele foi avaliado e medicado. Ao mesmo tempo, com o nome, os policiais conseguiram localizar os familiares, um irmão. O indivíduo que reside no bairro José de Abreu disse aos PMs que no dia anterior eles estavam trabalhando em sua casa, colocando folhas de zinco entre outras coisas, que Ereni saiu sem dizer nada e desapareceu. Estavam muito preocupados. Um morador à margem da rodovia disse que viu Ereni passar pelo Corredor por volta das 17 h de quarta-feira (21), o que significa que ele passou a noite no mato. Sem comida e deitado no barro, foi muita sorte ter sido localizado por Douglas, pois inevitavelmente iria ter complicações de saúde ou até mesmo algo mais grave pelo frio intenso.

Não há mais detalhes sobre os motivos que o levaram a sair sem rumo. A Brigada Militar atendeu a ocorrência.

Douglas disse à reportagem que nem lembrou mais da porca e que não pensou duas vezes quando percebeu a situação do Ereni. “Só queria ajudá-lo, o trouxe no cavalo e até a chegada da BM, ficou no sol para se aquecer. Do jeito que ele estava iria morrer de hipotermia naquele banhado”- comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *