“Homem sem grana não dá, tem que bancar”, dispara Núbia Óliiver

Aos 41 anos, Núbia Óliiver revelou o que a atraia nos homens e foi bem direta ao declarar que o companheiro tem que bancá-la.

“Gosto das mãos, braço, mas acho que o cérebro é que manda. Homem para mim tem que ser inteligente, depois pagar as minhas contas”, disse ao “Ego”.

A modelo continuou: “Não acredito em amor debaixo da ponte, não. Traz briga, insegurança, e aí acaba vindo a infidelidade também. Adoro trabalhar, mas homem sem grana não dá, tem que bancar. Se o cara está na minha vida é porque quer.”

A artista também contou os lugares inusitados onde já fez sexo. “Variar o local é uma outra forma de quebrar a rotina. Já fiz dentro do carro, naquele trânsito de São Paulo, no avião… Adoro um banheiro de festa ou de um restaurante fino. Banheiro de posto na estrada também é ótimo, ou no estacionamento onde os caminhoneiros sempre param. Encostar ali e dar uma aliviada na viagem e seguir em frente, não tem coisa melhor.”

Núbia, que já namorou duas mulheres, ainda deu detalhes dos relacionamentos: “Tive duas namoradas, completamente ciumentas, neuróticas. É uma relação meio doentia, de muita posse, ciúme. Acho que mulher é mais ciumenta do que homem. O sexo era uma delícia com elas. Fiquei um ano com cada uma. Uma foi em 1996, eu fazia a novela ‘Tocaia grande’ e e ela trabalhava comigo, era atriz. Não digo o nome pois ela é namorada de um cara hoje em dia e eu não quero estragar, não tenho esse direito. Só digo que ela era loira, muito gostosa e fez muito sucesso. Mas hoje ela trabalha pouco, é linda e não chega aos 50 anos. O problema é que era muito ciumenta. Quando eu tinha que beijar alguém em cena era uma briga em casa.”

mini

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *