Localizado corpo de homem que desapareceu na enchente em Alegrete

Quatro dias após desaparecer na enchente, foi localizado nesta manhã(14), o corpo do homem que morreu afogado na enchente. Os Bombeiros realizaram buscas diárias, que também contaram com auxílio de reforço de outras cidades.

O corpo estava boiando, trancado numa árvore, abaixo do pontilhão dos trilhos, próximo ao local onde teria sido avistado pela última vez. Ele foi localizado por um bote do 12ºBE com um militar, um guarda-vida de Manoel Viana, Sargento Krewer e o soldado Nascimento de Alegrete.

Os dois guardas- vidas, que estão em Alegrete, e os mergulhadores de Santa Maria, que estiveram no sábado, somaram-se aos Bombeiros, daqui da cidade, nas buscas. A equipe de Alegrete, também, está desenvolvendo um grande trabalho de resgates neste período delicado devido à enchente.

Os Bombeiros acionaram a Polícia Civil e o corpo será removido pela Funerária Angelus. Tudo indica que a vítima seja o senhor Jorge Antônio Mendieta, de 61 anos. Até o momento, o único registro de desaparecido no município, mas terá o reconhecimento de familiares.

Na tarde de sábado(12), foi realizado na Delegacia de Polícia o registro do desaparecimento do senhor Jorge Antônio Mendieta, de 61 anos, morador do bairro Promorar.

Desaparecimento:

Conforme uma jovem que viu o homem desaparecer e acionou o resgate, ele estava perto dos bancos do Parque Rui Ramos e a água estava na altura do peito.

Alguns ciclistas pediram ajuda e salientaram que o homem teria problemas psiquiátricos. Quando o pai da jovem começou a caminhar em direção ao homem, ele saiu do local e foi carregado pela correnteza.

A vítima chegou a pedir a socorro, levantou os braços, mas a força das águas foi impiedosa e o arrastou. A Brigada Militar e os bombeiros foram acionados.

Flaviane Antolini Favero

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*