Mais um taxista é roubado em Alegrete

Em 30 dias esse foi o terceiro caso de roubo contra taxistas no município. A cidade que registrou um latrocínio envolvendo um motorista de táxi no final de 2018, começa a se preocupar com esse tipo de crime.

Na quinta-feira (14), um profissional de 24 anos, que trabalha num ponto do centro havia feito uma corrida no bairro Vila Nova. Ao retornar ao ponto, passou em frente à escola Oswaldo Aranha, onde foi chamado por dois indivíduos que aguardavam na calçada.

Conforme registro, passava das 23 h 30 min, quando a dupla entrou no carro pelo banco de trás. Eles pediram para ir até o bairro Macedo. Quando estava próximo a entrada do bairro, o taxista foi surpreendido com uma arma no pescoço.

Os indivíduos pedirem dinheiro e que ele destravasse a porta. De acordo com relato da vítima na Polícia Civil, ele entregou a quantia de R$ 70 que estava no bolso da calça, e eles teriam saído correndo pela avenida Dr. Lauro.

Conforme apurado, o Setor de Investigação trabalha para identificar a dupla. Em relação aos demais crimes ocorridos, no primeiro roubo a taxista neste mês, um acabou preso e o comparsa escapou. Já no segundo, o autor já foi identificado.

Compartilhe
  • 380
  •  
  •  
  •  
  •  
    380
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*