Ministério Público Eleitoral enaltece a comportamento do eleitor alegretense


No último dia  07 (domingo), a Promotoria de Justiça trabalhou de forma efetiva para recebimento de denúncias, assim como, comparecendo nos colégios eleitorais. A ação do Ministério Público Eleitoral de Alegrete, foi através da Promotora Eleitoral, Dra. Júlia Flores Schütt.

Foram realizadas visitas aos principais centros de votação do Município (Urcamp, Colégio Oswaldo Aranha, CIEP, Colégio Demétrio Ribeiro, Colégio Emílio Zuneda, Colégio Lauro Dorneles, Colégio José Bonifácio, Unipampa). Durante a fiscalização os cidadãos, mesários e fiscais de partidos, foram ouvidos. Também houve esclarecimento de dúvidas e notícias de fatos sobre o pleito.  Ainda foram realizadas averiguações de denúncias de ilícitos eleitorais nos Colégios Tancredo Neves e Farroupilha.

Na medida do possível, as eleições transcorreram de forma organizada, embora tenham demandado atuações específicas do Ministério Público quanto a possíveis irregularidades de captação e transporte de eleitores. Preocupou-se o órgão em fiscalizar eventual descumprimento da manifestação individual e silenciosa no dia do pleito. Destaca-se que os expedientes investigatórios instaurados estão sendo devidamente instruídos e em breve serão remetidos ao Procurador Regional Eleitoral/RS para adoção das medidas jurídicas cabíveis.

Contudo, foi nítida a evolução da conscientização do cidadão para com seus direitos e deveres no dia do pleito eleitoral, o que foi facilmente constatável inclusive pela reduzida identificação do ilícito no  “derrame de santinhos”, que além de comprometer a lisura das eleições, configura indiscutível dano ao meio ambiente.

O Ministério Público Eleitoral, conforme já anunciado, desempenhará trabalho similar no 2º turno das eleições. Participaram dos trabalhos a Promotora de Justiça Eleitoral Júlia Flores Schütt e os servidores/colaboradores Rodrigo Bocorny Guidotti, Bruno Lopes Migotto e Sthéfano Marçal Jaques (foto anexa).

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*