Moradores dos Canudos denunciam homem doente e abandonado

Moradores do bairro Canudos realizaram uma denúncia ao PAT. O problema de um homem de 39 anos que estaria abandonado, vem causando indignação entre alguns vizinhos.

Por medo de represálias as pessoas que procuraram pela reportagem não serão identificadas. Elas informaram que depois da morte dos pais, o homem que teria problemas de saúde, esquizofrenia, ficou sozinho. Um primo, inicialmente, ficaria como tutor, mas por outros problemas, teria deixado para uma outra mulher que à época era esposa de um familiar. O problema iniciou, segundo eles, após a separação do casal e a mulher ter saído do bairro. Pelo fato de estar residindo em outro bairro, as visitas têm sido esporádicas e o homem fica a maior parte do tempo sozinho e conta com auxílio das pessoas que se sensibilizam com a situação.

Na quarta-feira(8), ele comentou que teria procurado pela UPA devido a fortes dores no estômago e um dos vizinhos foi visitá-lo. Ao se deparar com a casa em completo desleixo e muita água, devido a uma goteira, um rapaz fez uma limpeza no local.

Os moradores alegam que ficam com pena de se depararem com o descaso. “Não sei se está caracterizado como abandono, maus-tratos, porém, acredito que se ninguém falar ele vai acabar adoecendo ainda mais e poderá ter até mesmo crises, pois não se tem conhecimento se a medicação está correta ou não”.- falou.

A mulher que seria responsável teria acertado dele receber uma vianda e essa é a única refeição. Quando não sobra para noite, muitas vezes o homem pede para os vizinhos pão ou algo para comer. Sem cama, dorme no chão e o colchão está sujo.

Conforme um dos denunciantes, o Ministério Público teria sido notificado. O homem é morador do bairro Canudos e o suposto abandono ocorreu, de acordo com o relato, desde o final do ano passado.

Flaviane Favero

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*