Mulher usa drogas e é mordida no punho por se negar a manter relações sexuais com amigo

Um caso na Promorar na madrugada da última sexta-feira (8), mobilizou uma guarnição do patrulhamento ostensivo da Brigada Militar.

Os policiais foram acionados por uma mulher que dizia ter sido mordida por um homem.

policia1111

 

No local, a vítima de 24 anos, com sinais de ter consumido drogas, apresentou um ferimento no pulso esquerdo. Ela explicou que na noite anterior, havia dormido na casa de um amigo e retornou para consumir drogas com ele.

Só que o homem de 41 anos, queria sexo com ela. Diante da negativa ele, em represália, acabou mordendo o braço da mulher.

Houve uma briga entre os dois e ela acabou lesionada. Os dois foram encaminhados à UPA.

O homem não teve ferimentos. Já, ela, precisou ser medicada no ferimento na região do punho.

O dois foram conduzidos até à Delegacia de Polícia onde explicaram a situação.

O caso de lesão corporal foi arquivado e a vítima ficou ciente do prazo para representar contra o agressor.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Curta nossa Fan Page

2 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*