Mulher vigarista aplica golpes em idosos nas filas de banco

Entre tantos golpes já conhecidos e recorrentes em Alegrete e outros municípios, por telefone, através de contatos pessoais e inúmeras possibilidades que os golpistas encontram para ludibriar as vítimas, nesta semana a reportagem do PAT, teve a denúncia de mais uma situação.

Um golpe em que pelo menos três idosos tiveram prejuízos consideráveis. Uma mulher que vai ao encontro das vítimas e com muita lábia convence que a pessoa pode ter cotas do PIS ou de FGTS para receber. Ela solicita os dados bancários, com a desculpa de que precisa colocar para confirmar se houve depósitos. Segundo um dos idosos, com os dados repassados de forma inocente pelas vítimas, a acusada realiza empréstimos na conta dos mesmos. Ela então entrega uma pequena quantia ao idoso que acredita que irá receber o restante em parcelas, porém, se depara com uma dívida considerável. O fato aconteceu com um idoso de 65 anos no bairro Honório Lemes. O prejuízo foi muito significativo que ele teve que vender a casa. Já um outro idoso na mesma rua, algumas quadras à frente, a mulher fez um empréstimo de 3 mil reais.


Segundo o denunciante, muitas vezes a acusada “usa” o marido e o filho pequeno de uns dois anos para dar mais seriedade ao “trabalho”.
O homem ainda revelou que a mulher é usuária de droga e tem aplicado esse golpe em idosos para manter o vício. Ela, o marido e o filho moram no bairro Nilo Soares Gonçalves.
Conforme às vítimas, ela é uma mulher alta, magra, cabelos compridos e castanhos, tem em torno de 40 anos, com sardas no rosto, além de um jeito bem peculiar de falar provavelmente pelo uso de drogas – citou o homem.
A mulher teria inclusive aplicado o golpe na própria avó, uma idosa de quase 90 anos. “Apenas achei que era um dever comunicar a todos para ficar um alerta. Pois muitas pessoas podem cair nesse golpe querendo ganhar dinheiro ou imaginando que vão ter um valor a mais na conta e é bem ao contrário”- comentou.

Neste período do ano é ainda mais recorrente as tentativas de golpes, todo cuidado e atenção são importantes. Principalmente não deixar idosos sozinhos por muito tempo em fila de banco ou expostos às armadilhas dos criminosos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*