Na luta pela vida, cavalo garanhão recebeu atendimento veterinário durante toda a madrugada

A cena do animal sangrando mobilizou muitas pessoas e chocou algumas pelo grave ferimento.

O cavalo garanhão atropelado por um carro, após invadir a pista na Avenida Tiaraju, passou por nova sutura durante a madrugada. O atendimento da veterinária, Liana Pereira, durou até às 5h.

Durante o trajeto, que o animal fez até o local onde está, houve o rompimento dos pontos, da sutura, realizada pelo prefeito em exercício, Márcio Amaral, que foi ao local e fez o primeiro atendimento.

Everson Nunes, que acompanhou todo o processo e se sensibilizou ao ver a situação do cavalo, ofereceu lugar para que ele pudesse ficar. “Logo depois que chegamos eu não dormi, fiquei cuidando para ver qual seria a evolução, foi que percebi que o sangramento permanecia de forma intensa. Resolvi acionar a Dra Liana que chegou no início da madrugada. Foi um trabalho demorado que passou por transfusão de sangue, novos procedimentos e muita medicação. Se não fosse isso, ele não teria sobrevivido” – falou Everson.

Contudo, eles ainda necessitam de auxílio como: soro, medicamentos e alimentação para o cavalo. Toda e qualquer colaboração é bem vinda.

O homem relatou ainda, que era uma questão de vida ou morte, se fosse esperar até a manhã desta quarta-feira ele não teria resistido. O cavalo garanhão estava com um buçal e uma corda longa. Ele invadiu a pista e provocou um grave acidente na noite de ontem, por volta das 20h15, na Avenida Tiaraju.

A motorista de 54 anos e o carona de 36 anos saíram ilesos. Porém, o animal ficou com um corte, profundo e grande no peito. Ele também teve uma perda considerável de sangue. Populares que estavam no local auxiliaram e ficaram com o animal, parado, até que um veterinário pudesse atendê-lo. Voluntários e o prefeito em exercício, Márcio Amaral, realizaram o atendimento. Prefeito, em exercício, também veterinário fez a primeira sutura e a medicação, inicial.

O acidente

A proprietária do Onix, que teve danos de grande monta, foi orientada a verificar junto à Prefeitura qual seria a medida para que ela fosse ressarcida do prejuízo. A motorista salientou que estava trafegando na Avenida Tiaraju quando o cavalo surgiu na frente do carro, sem tempo de evitar o acidente.  Também não foi localizada marca no animal. O proprietário não foi identificado até o momento.

Quem quiser colaborar pode entrar em contato pelo fone 991111057 – com Everson.

Compartilhe
  • 383
  •  
  •  
  •  
  •  
    383
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*