Nem operação tapa-buraco conserta o asfalto da Mariz e Barros


Um dia após a uma operação tapa-buracos na Rua Mariz e Barros, no Centro de Alegrete, a reportagem do Portal Alegrete Tudo foi verificar a situação da via.

Dando sequência à blitz nas ruas da cidade para apurar o desgaste do asfalto, dessa vez a Mariz e Barros, uma das principais via de escoamento do fluxo que vai em direção à Zona Leste do município.

Não diferente da Rua Coronel Cabrita, a primeira visitada pela reportagem, a Mariz e Barros está com asfalto esfarelando, desgastado e em pontos há enormes buracos.

Logo na primeira quadra, é possível notar o desgaste do material que se acumula nas laterais da rua. Logo em frente, no meio da via, um círculo de paralelepípedo, o asfalto já não existe mais.

No cruzamento com a Tamandaré, mais buracos e muita brita solta. Dali em diante verificamos um serviço de tapa-buraco. Mas o problema persiste, o material não aderiu ao local e já dá sinais de desgaste com a passagem de veículos.

Alguns buracos não sofreram a intervenção do serviço. Embora um do lado do outro, um foi tapado e outro não. A Rua Mariz e Barros também é um corredor de ônibus, o que também acarreta no desgaste do asfalto, com o agravante do fluxo diário e intenso de veículos pesados, dia e noite.

Em outro cruzamento, com a Rua David Canabarro, além de ser considerado perigoso, os buracos e desgaste do asfalto fazem os carros trepidarem a cada passagem. Já no final da via, mais problemas de buracos e esfarelamento do material asfáltico.

Para o Secretário de Infraestrutura, Jetter de Souza, a Prefeitura já iniciou um processo licitatório para sanar os problemas das ruas em Alegrete. Quanto à operação tapa-buracos que alegou necessária, embora admita que não seja eficaz, o secretário confirmou o andamento dos trabalhos na rua Mariz e Barros.

Júlio Cesar Santos

 

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*