Novo filme de Spike Lee traz canção inédita de Prince

Foi uma obra do destino. É assim que o diretor Spike Lee enxerga a brilhante descoberta de uma canção inédita de Prince, “Mary Don’t You Weep”, utilizada em seu mais novo filme, o aclamado Infiltrado na Klan. Vencedora do Grande Prêmio do Festival de Cannes, a comédia policial faz um paralelo entre as ações da organização supremacista branca Ku Klux Klan e as recentes violências cometidas contra a população negra dos Estados Unidos, um contexto em que a música de Prince se torna ainda mais impactante:

“Sabia que precisava de uma canção para os créditos finais. Fiquei muito próximo de Troy Carter, um dos executivos do Spotify. Então, o convidei para uma exibição privada. E depois, ele disse, ‘Spike, tenho a música’. E era “Mary Don’t You Weep”, gravada em fita K7 em meados dos anos 1980. Prince queria que eu usasse essa música, não me importo com o que digam. Meu irmão Prince queria que eu encontrasse a música. Para este filme. Não há outra explicação para mim. Esta fita estava nos fundos do arquivo. Em Paisley Park. E, de repente, do nada, é descoberta? Não, não. Não foi um acidente”, contou um empolgado Lee à revista Rolling Stone.

Como Prince, falecido em 2016, lançou suas últimas criações inéditas meses antes de sua morte, a inclusão de “Mary Don’t You Weep” aumenta ainda mais a relevância de Infiltrado na Klan para todos os amantes da música – e, é claro, particularmente para os fãs de Prince. Produzido por Jordan Peele (Corra!) e narrando a história de dois policiais – um negro (John David Washington) e um branco (Adam Driver) – que entram na KKK para derrubá-la de dentro, Infiltrado na Klan estreia no dia 22 de novembro.

Fonte: MSN Entretenimento (Adorocinema)

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*