O cumprimento das oito horas na Prefeitura ainda provoca reações

O cumprimento das 8h diárias em todos os setores da Prefeitura de Alegrete ainda causa discussões e questionamentos de servidores e, inclusive, de pessoas da comunidade.

Há indícios de que em alguns setores eles não estariam cumprindo às 8h e que o que movimento à tarde é quase zero. Muitos servidores perguntam-se, foi realizado estudo para seguir o principio da economicidade?

A cobrança de que a Câmara de Vereadores fizesse algo ou fiscalizasse, foi rechaçada pelo vereador Celeni Viana, que afirma que isso não é atribuição do Poder Legislativo, mudar edital de concurso. Quanto à fiscalização do cumprimento do horário, o vereador disse que a Câmara não recebeu nenhuma denúncia. E em relação a isso vão montar uma ouvidoria em que a pessoa vai fazer a denúncia, se identifique e a Câmara vai investigar se há fundamento, declara.

Já em relação a outra denuncia, de que servidores concursados e que por necessidade de serviço possam ter uma convocação de mais de 20h  na Secretaria de Promoção Social não estariam fazendo todo este período, o vereador disse que estão estudando a possibilidade de criar projeto para a Prefeitura, tenha a flexibibilidade de tempo, porque quando se covoca para 20h, e se o servidor não tem atividade para todo este período, conforme rege o contrato, ele recebe pelo tempo contratado.

Vera Soares Pedroso

Compartilhe
  • 349
  •  
  •  
  •  
  •  
    349
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*