Operação tapa-buraco não resolve o problema das ruas de Alegrete

Várias são as ruas e avenidas de Alegrete que apresentam buracos e esfarelamento do asfalto.

Sucessivas operações tapa-buracos são feitas e o problema volta a aparecer. Em diversos pontos da cidade, equipes da infraestrutura tentam minimizar o problema, sem sucesso.

Nesta semana, a reportagem flagrou mais uma tentativa de tapar os buracos na região da Estação Rodoviária e ruas em torno, lugar considerado crítico em pavimentação asfáltica.

Um exemplo é na Avenida Oswaldo Aranha. Com a saída e chegada de ônibus, o asfalto cedeu em vários pontos, e combinado com o alagamento em dias de chuva, a via apresenta vários buracos e esfarelamento do asfalto que em certos pontos não existe mais.

Na rua Luiz de Freitas, via extremamente movimentada, o pavimento já está deteriorado. Ali um trabalho foi feito de maneira incorreta e o buraco sempre abre em dias de chuva ou semanas depois.

Em contato com o Secretário de Infraestrutura Jetter Danzer de Souza, ele admitiu que o trabalho é de forma paliativa. “Sabemos que não é o ideal. Mas é o que disponho para amenizar a má conservação das vias citadas na reportagem”, comentou.

O secretário informou que a prefeitura corre para conseguir um financiamento que vai possibilitar o recapeamento de várias ruas no município.

Júlio Cesar Santos

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *