Pecuarista é preso por receptação, paga 10 mil de fiança e é liberado

Preso em flagrante, por receptação de veículo furtado, pecuarista pagou R$ 10.000,00 de fiança e, depois de ouvido, foi liberado.

Mais um veículo recuperado pela Brigada Militar, em Alegrete, neste ano. Com este, até o momento, são oito veículos, entre carros e motos, que estavam em situação de roubo ou furto. Três, também, estavam com placas clonadas e outras irregularidades.

Na manhã de ontem(12), a astúcia dos policias levou a mais um flagrante. Em patrulhamento ostensivo, a guarnição composta pelo 3° sargento Viana e pelo soldado Alexandre, desconfiou de um carro que saiu de um local suspeito na rua 20 de Setembro. Em acompanhamento, o motorista foi abordado na rua Venâncio Aires. Na verificação foi constatado que o pecuarista, de 41 anos, estava com a Carteira Nacional de Habilitação cassada, além de estar com o licenciamento, do Renault Fluence atrasado desde o ano de 2016.

Através do sistema integrado, os policiais realizaram a  consulta da placa de Cascavel/PR e constataram que o veículo estava em situação de furto. O pecuarista disse aos policiais que havia comprado o carro em Cruz Alta. Ele teria um recibo que não portava no momento.

O homem foi encaminhado à DP. Em contato com  a autoridade policial foi determinado prisão em flagrante por receptação. O acusado também possui passagens por abigeato em Quaraí, furto de veículo na cidade de Panambi, além de Maria da Penha.

 

Furto do veículo em Cruz Alta:

O Fluence, conforme registro policial, foi furtado em fevereiro deste na cidade da Cruz Alta. O proprietário do veículo, de 48 anos, informou que estava em férias e quando retornou percebeu que o veículo não estava mais na garagem. O período em que ficou na praia foi de 15 dias, não sabendo precisar o dia certo em que ocorreu o furto.  O comerciante destacou que à época não tinha câmeras de videomonitoramento na casa.

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

1 Comentário

  1. Está claro que tem alguém “puxando” veículo roubado ou furtado, para Alegrete. Esse é que tem que ser descoberto e preso, além dos receptadores, é claro.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.