Pelo menos quatro pontilhões no interior oferecem riscos aos usuários

Problemas em pontilhões no interior do Município são comuns, até porque a extensão de estradas vicinais em Alegrete chega a quase 4 mil km.

O pontilhão do Guassu Boi, quase frente à fazenda São Francisco, que liga o Serro da Sepultura é um que está em péssimas condições.

De acordo com produtores da localidade, é um perigo veículos pesados cruzarem neste local.

Os pontilhões, como os que ligam corredores à Fazendas como a São Manoel, também estão com problemas.

Assim como um no Caiboaté, e outro, no Jacaquá.

O Secretário de Infraestrutura, Jetter de Souza, informa que para o pontilhão do Guassu Boi já tem as vigas principais e aguarda o madeiramento. E as dificuldades são a demora nas licitações para compra de materiais, inclusive se algum produtor ajudar isso agilizaria o trabalho.

Ele lembrou que estes pontilhões tem capacidade de 5 a 10 toneladas e passam caminhões com 60 toneladas, o que faz com que estraguem com facilidade. Mas a prioridade são estes quatro que estão mais avariados, considerou.

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *