Pesquisa realizada pelo Procon aponta grande diferença nos preços dos materiais escolares

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, através do Procon, realizou na última semana, uma pesquisa de preços do material escolar, tendo em vista o início do ano letivo. Foram pesquisados 34 itens que compõem a lista de material escolar em 14 estabelecimentos comerciais do município.

A Pesquisa tem o objetivo de chamar atenção dos consumidores para a necessidade de comparação dos preços antes de efetuar a compra. Os valores podem ter variações consideráveis de um estabelecimento para outro, devido às promoções e descontos especiais. 

A lista de material escolar com o menor preço sai por R$ 66,25, enquanto a mais cara, fica R$ 205,64. A maior variação está no preço dos cadernos 10 matérias com 100 folhas que podem ser encontrados com valores entre R$ 7,50 e R$ 14,99. O lápis preto nº 2 varia de R$ 0,50 a R$ 4,89. Já a borracha branca comum com menor preço é R$ 0,50 e o maior preço R$ 2,99.

Na busca pelo menor preço, é importante que o consumidor não esqueça de atentar pela qualidade e procedência dos produtos, evitando efetuar novamente compras de materiais que deveriam durar pelo menos até o final do ano letivo.

Outra dica do Procon é promover e participar da troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes.

A Pesquisa completa está à disposição dos consumidores no site da Prefeitura de Alegrete, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, página do Procon.

Departamento de Comunicação – PMA

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*