Polícia Civil quer estimular o uso da Delegacia Online

Você sabia, que apenas 15% das ocorrências de perda de documento são comunicadas via internet. Um estudo verificou que 46% de todos os registros na Polícia Civil poderiam ter sido feitos pelo site.

Há quase duas décadas, quem perde um documento não precisa perder também parte do seu tempo com deslocamento e espera para fazer o registro na Polícia Civil – dá para fazer tudo na internet, em poucos cliques e sem sair de casa. O mesmo vale para outros 15 tipos de ocorrências. E para aumentar a parcela de gaúchos ligados nessa facilidade, foi lançada nesta terça-feira (13) uma campanha para orientar e estimular o uso da Delegacia Online, disponível no site da Polícia Civil.

Criada em 2002, a Delegacia Online tem a finalidade de facilitar para o cidadão o processo de registro de ocorrências. Por meio do site, é possível realizar a comunicação de 16 tipos de fatos, sem a necessidade de deslocar-se até uma Delegacia de Polícia.

O portal oferece agilidade, economicidade e prestação de serviço. Ao fazer o registro por meio da Delegacia Online, o usuário recebe, em até duas horas, acesso ao boletim de ocorrência, com a mesma validade do documento que seria entregue presencialmente em uma DP. A ferramenta pode ser utilizada 24 horas por dia e de qualquer lugar, basta ter acesso à internet por meio de um computador, tablet ou smartphone.

Desde ontem (13), uma campanha de divulgação da Delegacia Online conta com vídeos explicativos e cards com informações estão sendo veiculados nas redes sociais da Polícia Civil e da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A ampliação do uso da Delegacia Online também pode ajudar a desafogar o volume de atendimento nas delegacias físicas, abrindo espaço para casos de maior gravidade e urgência. Uma avaliação da Polícia Civil verificou que, atualmente, 46% das ocorrências registradas na Polícia Civil são de situações não criminais, que poderiam ser comunicadas pela internet.

Para impulsionar a utilização do site, a Polícia Civil estuda orientar que, a partir do ano que vem, essas ocorrências sejam registradas apenas por meio da Delegacia Online, de forma a qualificar o atendimento nas delegacias presenciais para ocorrências efetivamente criminais.

Conforme a chefe de polícia, delegada Nadine Anflor, estimular o cidadão a utilizar a Delegacia Online é fundamental para agilizar e qualificar o serviço ao público. “Temos a preocupação de atender a sociedade com excelência, tanto de forma presencial quanto por meio da Delegacia Online. Mas temos a convicção que o usuário, optando em utilizar o portal para os tipos de crimes previstos, além de ser beneficiado com agilidade e economia de tempo, contribuirá para que os demais cidadãos tenham prioridade no atendimento presencial em delegacias ao efetuarem registros referentes a tipos de crimes ainda não contemplados pelo serviço via internet”, explica Nadine.

Em Alegrete, é possível acessar a Delegacia Online, através do link:

ACESSE

Delegacia Online – www.delegaciaonline.rs.gov.br

Júlio Cesar Santos                    Fonte: Polícia Civil

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *