Polícia encontra 160 aves silvestres em cativeiros em Gravataí

Segundo delegada, animais são vendidos ou usados em competições ilegalmente. Quatro pessoas assinaram termo circunstanciado e vão responder pelo crime de manter aves silvestres em cativeiro.

A Delegacia de Meio Ambiente apreendeu 160 aves silvestres em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, nesta quinta-feira (14). Quatro pessoas foram levadas à delegacia para assinar termo circunstanciado, conforme a delegada Marina Goltz, e responderão na Justiça por crime de manter aves silvestres em cativeiro, que tem pena de detenção de seis meses a um ano.

A delegada explica que cada um dos detidos estava em um local diferente, onde foram encontradas as aves. Elas não agem em grupo, mas se conhecem em função das negociações dos animais, diz Marina.

“Normalmente possuem essa quantidade de aves para negociar. Eles vendem essas aves e também utilizam as que mais se destacam por sua beleza e seu canto em competições de aves silvestres”, diz.

“Diversas espécies foram encontradas, como cardeal, azulão, trinca-ferro, frade, coleirinho, sabiá-laranjeira, bico de pimenta, entre outras”, salientou a delegada.

Ainda conforme a delegada, as aves são nativas e foram capturadas na natureza, a maioria nas áreas de mata da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Policiais encontraram aves em quatro locais diferentes de Gravataí, nesta quinta-feira (14)  — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Policiais encontraram aves em quatro locais diferentes de Gravataí, nesta quinta-feira (14) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Fonte: G1

Compartilhe
  • 22
  •  
  •  
  •  
  •  
    22
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*