Prefeita recolhe animais soltos e anuncia um basta ao crônico problema


Um problema crônico que parecia sem solução, finalmente, começou a ser resolvido. Na manhã de sábado(16), a Prefeita, Cleni Paz, tomou as rédeas da situação e reiniciou o recolhimento dos cavalos que ficam soltos pelas ruas da cidade e que, diariamente, são pautas nos meios de comunicação ou de questionamentos nas redes sociais. Com a iminência de acidente, entre outros problemas, o debate vinha se prolongando e nada era efetivado para que fosse, de fato, resolvido o problema.

Mesmo sem verba, com o auxílio do vereador, Cléo Trindade, que indicou quatro tropeiros, a Prefeita foi pessoalmente com eles percorrer as ruas da cidade e durante toda manhã realizaram um trabalho, que resultou no recolhimento de 13 animais. Nove cavalos e 4 burros. Com o auxílio do Diretor da Guarda Municipal, Paulo César Rodrigues, guarda municipal Luciano e dois funcionários da Prefeitura, além do apoio da Brigada Militar, bairros da Zona Leste e região Central onde ocorrem mais denúncias foram recorridos. Os animais foram levados à mangueira do Parque Doutor Lauro Dornelles, onde foi realizado carregamento.

 

A despesa dos tropeiros e do caminhão, contratado para levar os animais até o potreiro da Prefeitura, que fica no Corredor dos Papagaios, ficou por conta da Prefeita. “Resolvi que hoje deveria dar início à solução desse problema recorrente e que há meses vinha se arrastando. É indispensável uma ação mais efetiva” -comentou.

Na próxima semana um projeto será enviado à Câmara Municipal para a contratação emergencial e temporária dos tropeiros, além da contratação de um caminhão para o transporte. Também será enviado um ofício à Polícia Rodoviária Federal para que o caminhão seja disponibilizado novamente.

Cleni visitou o potreiro que apresenta avarias em alguns moirões.” Esses animais que foram recolhidos nesta manhã, ficarão num espaço fechado. A parte da cerca que ainda apresenta falhas será consertada a partir da próxima semana. Entrei em contato com o Comandante do 6ºRCB e uma equipe militar vai ser deslocada para realizar este trabalho” – destacou.

O valor para que os proprietários retirarem os animais do potreiro é de 160 reais. Durante o recolhimento, a Prefeita comprou medicamento para curar um cavalo com um ferimento na cabeça. Um morador da Zona Leste, que sempre questionava o fato dos animais ficarem soltos, próximo ao Museu do Gaúcho, falou à reportagem que o trabalho realizado em cinco horas foi o mais positivo em dois anos. ” Não resolvia nada vir aqui e “tocar” os cavalos, meia hora depois eles retornavam. Tem que fazer isso, retirar das ruas” – ponderou.

A Prefeita, Cleni Paz, foi taxativa em dizer que mesmo diante das dificuldades financeiras, de alguma forma o transtorno teria que ser resolvido. “Sair e verificar os locais críticos e fazer o recolhimento dos animais, além de manter a ação de forma sistemática deve eliminar o problema” afirmou Cleni.

As operações e a fiscalização serão mais rigorosas. Todos os animais que estiverem em via pública ou que apresentarem riscos aos condutores e transeuntes serão recolhidos.

Flaviane Favero

 

 

Fotos: Flaviane Favero e Guarda Municipal

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

2 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*