Prefeitura de Santa Maria investiga guardas municipais após homem ser algemado dentro de UPA

Testemunha diz que homem foi algemado antes que pudesse explicar o que acontecia. Prefeitura diz que ele acompanhava paciente e que teria agredido verbalmente funcionários.

Prefeitura de Santa Maria, na Região Central do estado, informou que vai abrir uma sindicância para investigar a conduta de guardas municipais que algemaram um homem dentro de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Um vídeo gravado por pacientes mostra o momento em que o homem que reclamava do atendimento é algemado. De acordo com o eletricista Deivid Knebel, que gravou as imagens, o homem não teve tempo de explicar a situação, e que estava apenas reclamando da forma como tinha sido atendido.

“Ele simplesmente estava reclamando, que é um direito dele. Não agrediu ninguém […] estava acompanhando a pessoa, se a pessoa está passando mal, ou não, tem que ter atendimento para ver se é grave ou não”, conta Deivid, que presenciou o que aconteceu.

Após a confusão o agente da Guarda Municipal registrou um boletim de ocorrência junto à polícia, relatando que entraram em luta corporal após o homem ter questionado o atendimento, chutado uma porta e desacatado o agente.

Por meio de nota, a prefeitura disse que foi necessária a intervenção da Guarda Municipal para garantir a integridade física dos profissionais.

Ainda de acordo com as informações divulgadas pela prefeitura, o homem acompanhava um jovem de 19 anos, que alegou dores abdominais por conta da ingestão excessiva de bebida alcoólica, e que quando a equipe médica tentou aplicar os medicamentos o acompanhante teria recusado o atendimento, agredindo verbalmente os servidores.

Fonte: G1

Compartilhar

Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.