Primeira ciclofaixa de Alegrete, na Eurípedes, abre licitação

O edital para a licitação da primeira etapa do projeto de implantação das ciclofaixas em Alegrete foi publicado no último dia 31. O projeto, elaborado pela Secretaria de Segurança Pública, Mobilidade e Cidadania, teve colaboração da ONG Transporte Ativo e Grupo Trilha Aventura, movimentos sociais que defendem o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo.

Simulação das ciclofaixas na Avenida Eurípedes Brasil Milano

A primeira etapa do projeto prevê a implantação de uma ciclofaixa (via compartilhada por pedestres e ciclistas) em toda a extensão da Eurípedes Brasil Milano, demarcada na pavimentação, junto ao passeio. Assim que estiver concluída, será ligada à ciclofaixa que será implantada na Avenida Rondon, com pictogramas pintados ao longo da Rua Eduardo Faraco.

A ciclofaixa será monodirecional, ou seja, uma em cada lado da via. Sendo assim, os estacionamentos serão retirados e, no seu local, será pintada a ciclofaixa com largura interna de 1,6m a contar do meio fio. Ao longo de toda a extensão da ciclofaixa serão colocados tachões sobre a marcação, espaçados entre si 4m em via reta e 2m nas curvas acentuadas, com refletivos voltados para o fluxo dos demais veículos da via, a fim de reforçar a sinalização. Os recursos para investimento na implantação serão oriundos do repasse do estacionamento rotativo.

Mapa das ciclofaixas na zona urbana de Alegrete. Primeira etapa a ser executada será na Avenida Eurípedes Brasil Milano

A abertura dos envelopes está prevista para 11 de abril. “Entendemos a instalação dessa etapa como essencial para a mudança de mentalidade da população. Precisamos pensar cada vez nos meios alternativos como viáveis para o desenvolvimento de uma cidade mais humana”, argumenta o prefeito Erasmo Guterres Silva.

OUTRAS ETAPAS –O projeto de implantação de ciclofaixas prevê a ligação das ciclofaixas da Eurípedes Brasil Milano à da Avenida Tiarajú no sentido zona leste-centro, utilizando pictogramas na Ponte Borges de Medeiros. Ligando ao centro, uma ciclofaixa percorrerá Avenida Alexandre Lisboa, seguindo pela Rua Venâncio Aires até a Avenida Dr. Lauro.

Já a Avenida da Integração, parte do projeto de Revitalização do Regalado, incluirá outros 2,5 km de ciclofaixa ligando a Avenida Braz Faraco com a Rua Daltro Filho. Ao todo, serão implantadas 12,5 km de vias compartilhadas para ciclistas, pedestres e outros meios de transporte alternativos.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

15 Comentários

  1. Uma pergunta: A Eurípedes já é em sua maioria do trajeto, uma avenida estreita. Em grande parte, não tem passeio público, ou calçada como queiram, as casas ficam rente á pista, isso vai ser resolvido ou vai ser feito apenas maquilagem?
    O trânsito naquela via, aumenta a cada dia, por ser uma via rápida. Mas se não tiver estacionamento fica como está.
    Só que depois de pronto, deve ser feito uma divulgação intensa aos ciclistas. Em Tramandaí, foi criada uma ciclovia longa, mas os ciclistas preferem arriscar a vida no asfalto, a andar na segurança. Aí entra o pessoal do trânsito pra multar ou advertir.

  2. A Eurípedes não tem nem calçada para os pedestres andarem, na maioria de seu percurso. As pessoas andam no meio da rua. E agora vão fazer coclofaixa. Interessante. O plano e desenho apresentado fica muito bonito. Vamos ver daqui algum tempo a realidade. E por falar em realidade: E as obras da Ponte como vão? vão esperar chegar junho ou julho, e a aproximação das eleições, para tomarem providências e aí fazer a inauguração?

  3. O que isso pessoal ! Prático este esporte diariamente, e em outra cidade também. Vejo alegrete fazendo coisas amadoras sem consultar a associações do esporte bike, vamos fazer terminar av. Rondon como projeto piloto ,promessa foi feita está do projeto e até agora nada… vamos por parte uma coisa depois outra …não vamos fazer as coisas pensando em lucrar votos sem planejar…… ótima idéia mas a Eurípides não tem espaço… uma idéia: colocar asfalto na Maurício Cardoso abre fôlego para outras Avenidas Eurípides e assis Brasil podendo apliar a ciclovia…

  4. Será proibido estacionar em toda a Eurípides? Alguém vai fiscalizar ou vai ser como o trecho da Sampaio que é proibido parar e estacionar mas seguido tem alguém parado com o pisca-alerta ligado [atitude que não livra da infração de parar em lugar proibido]

  5. Não começam é nada!!!! E pior ainda, não terminam.
    A Rondom tá inacabada, a pista nova já tá cheia de buraco.O começo da Brás Faraco tá uma cratera, a Major joão Cezimbra um perigo, já aconteceu vários acidentes, e ainda a Ponte, ah, a ponte é só balela.
    Agora esse projeto da Eurípedes, já é super estreita e acidentes todo dia, só quero ver como vai ser, será que vão fazer uma passarela para os pedestres?

  6. SOCORRO! Além de termos de pagar para utilizar um BEM PÚBLICO, o dito rotativo, agora nos retiram as vagas até na periferia. O que faremos com nossos carros?

  7. sem condições ter ciclovia na Eurípides, é pedir pra esses ciclistas morrerem, Alegrete só tem gente dirigindo no acostamento esquerdo, não aprenderam na auto escola ” mantenha se a direita”

  8. O pior são as faixas de segurança na Venâncio Aires, nos dois lados das esquinas, já tivemos que ficar parados entre as duas! Não imagino que isso seja feito por algum engenheiro em transito!

  9. Que palhaçada com o nosso dinheiro hein!!! Ciclovia na euripedes e ainda acabar com estacionamento???? Teve consulta popular desse projeto?????

  10. Mas o PMDB, sempre teve esses projetos bizarros, estão lembrados quando o Dr. Adão Faraco retirou os postes do meio da avenida Assis Brasil e colocou na calçada, mesmo com os moradores sendo contrários, e vejam até hoje em alguns trechos tem lugar apenas para o poste na calçada e uma pessoa passando meio de lado. Por sinal foi gasto uma fortuna para fazer a remoção. Mas o argumento éra forte, os postes bebiam e se atravessavam, na frente dos veículos. Lembrei esse projeto contempla a Cezimbra Jaques, e por lá a obra vai ser mais barata, pois já tem uma trilha pronta para os ciclistas, desde o ano passado. Olha vou dar um conselho para não perderem votos afinal não sou partidário, melhor deixar as coisas como andam, do que esses projetos que foram planejados tipo submarino, pronto para afundar.

  11. Como ficará o comércio sem estacionamento. Isso é que dá colocar políticos em postos que necessita de técnicos. Isso prova que politicos são inúteis. Viveremos muito melhor sem ELES. ANULE O VOTO

  12. Muito feliz em ver nossa cidade avançando, dando preferência ao deslocamento das pessoas em detrimento do transporte individual motorizado. As pessoas que hoje se vem obrigadas a transitar entre veículos estacionados e em movimento terão finalmente um espaço seguro para realizar seus deslocamentos diários garantindo um melhor acesso aos bens e serviços que a cidade tem a oferecer.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*