Produção das agroindústrias locais cresceu 15 vezes em 4 anos

A partir de 2004, com trabalho da Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura e Pecuária, as agroindústrias de linguiças, charque e queixarias começaram a crescer. Com a conquista do SISBI, o setor teve um crescimento e hoje 32 agroindústrias industrializam estes produtos aqui na cidade. Todas dentro das normas de vigilância, o que confere a Alegrete um padrão de excelência dentro do RS.

Outro fator agregado é a quantidade de empregos que o setor gera. Passou de 26 em 2013 para 190 funcionários. E a cada dia novos produtores procuram a Secretaria e os Serviços de Inspeção Municipal.

Mas devido a quantidade de produção, seis já estão vendendo linguiça e charque com o puro sabor do Alegrete para todos o país.

Fabio Bairros, médico veterinário da Secretaria de Agricultura e Pecuária- coordenador do serviço de inspeção municipal- SIM explica que os que produzem menos, mantêm os padrões sanitários, mas para exportar deveriam aumentar espaço e refrigeração e produzir em maior quantidade.

Mas isso não tira o mérito, porque segundo Barrios, uma agroindústria de menor porte fatura vendendo linguiça e charque,  quase um milhão por mês aqui em Alegrete.

O veterinário fala do intenso trabalho junto às agroindústrias locais e aos dois abatedores Coxilha Vermelha e o São Jorge. “Conseguimos o certificados do SISBI- Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, mas para mantê-lo temos que continuar com a produção dentro da qualidade exigida pelos padrões e, para isso o nosso trabalho é intenso”, destaca.

E isso fez com que Alegrete desse um salto na quantidade e qualidade da produção de linguiças. Em 2013 foram 19 mil quilos. E no ano passado foram 270 mil, quase 15 vezes mais.

Fábio fala confiante que a atividade pode crescer ainda mais e gerar mais postos de trabalhos.

Os técnicos destacam o apoio do Secretário de Agricultura e Pecuária, Daniel Gindri, que sabe da importância deste trabalho para gerar emprego e renda, e para a economia do Município.

Vera  Soares Pedroso

Compartilhar

1 Comentário

  1. Parabéns as agroindústrias e quando a vigilância começar a fiscalizar todos os comércios e não apenas as agroindústrias isso vai crescer muito

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*