Sem verba federal, Coletivo Multicultural precisa de ajuda para não fechar as portas

Sem receber o repasse de verbas por parte do governo federal desde 2016, o Coletivo Multicultural de Alegrete, está precisando da ajuda de parceiros e colaboradores para manter sua sede em funcionamento.

O Ponto de Cultura Coletivo Multicultural de Alegrete, é um projeto gestado pela Associação Cultural Mensageiros – entidade sócio-cultural de caráter filantrópico, que neste mês completou 20 anos de atividades ininterruptas em Alegrete.

O projeto foi contemplado no ano de 2015, com edital das redes de Pontos de Cultura do Brasil, o que oportunizou oficinas de teatro, cinema, artes plásticas e literatura, de forma gratuita para toda a comunidade alegretense.

Com o subsídio federal, o coletivo manteve parte do aluguel de sua sede, localizada à rua Barros Cassal, 2160, durante o período de 2 anos. O restante e mais água e luz, foram pagas através do apoio de empresas e pessoas comprometidas com a cultura local.

Porém, a terceira parcela do investimento do Governo Federal que deveria ser paga em 2016, não foi efetuada, o que tem feito com que os próprio integrantes do coletivo, que já desenvolvem trabalhos voluntários, tenham que arcar com parte do aluguel, mais água e luz, juntamente com o imprescindível apoio de pessoas e empresas.

O Coletivo realiza ainda venda de roupas, livros e risoto para arrecadar fundos para as despesas. Porém, o montante arrecado não tem sido suficiente para arcar com todas as despesas e a instituição se vê na iminência de encerrar as atividades caso não consiga mais apoiadores.

Desde 2015, o coletivo mantém em funcionamento, sistematicamente, um cinema com 20 lugares, com exibições de filmes semanais, além de ministrar oficinas de teatro, cinema, literatura, artes plásticas, danças e outras. Também é Co-Realizador dos projetos literários, “O Som da Leitura”, “Sextas Poéticas”, “Sociedade Literária Rui Neves”, além de oferecer assessoria para montagem de curtas metragens em escolas públicas.

Para se tornar um apoiador a pessoa ou empresa só precisa colaborar mensalmente com 60 reais. Contatos através do e-mail: coletivomulticultural@gmail.com ou pelos fones: 55 999230571 – Paulo – 55 996334438 – Tatiane.

Confira as empresas e pessoas que apoiam o Coletivo Multicultural: Pampa Óptica e Joalheria, Construtora Sotrin, Casa de Ré, Caal Centro Comercial, Jornal Gazeta de Alegrete, AOT – Alegrete Ortopedia e Traumatologia, Loebler Assessoria, Caal, Dr. Erasmo Silva, Paulo Antônio Berquó, Dr. Alexandre Alves, Maria de Fátima Castro Mulazzani, Escritório Contábil Pinheiro e Mulazzani, Maria do Horto Salbego, Gabi a louca das Camisetas, Amanda Melo, Cláudia da Costa Rizzatti, Sebastião Fialho Guedes, 23 Pub Bar, Master Som e Luz, Lenira Berquó, Runildo Pinto, Maria Cristina Graeff Wernz, Fani Tess, Gilmar Martins, Mai Trombini, Virginia do Rosário e Vagner Souza.

Júlio Cesar Santos Fotos e Fonte: Coletivo Multicultural

Compartilhe
  • 261
  •  
  •  
  •  
  •  
    261
    Shares

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*