Senac-RS é signatário do Pacto Global da ONU

O Senac-RS aderiu ao Pacto Global da ONU sobre direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. A Organização das Nações Unidas encaminhou o termo de aceite da instituição como uma das integrantes do Pacto na última semana, 4 de setembro, o que a coloca como uma das mais de 700 organizações no Brasil, comprometidas com os 10 princípios universais da ONU.

O diretor regional do Senac-RS, José Paulo da Rosa, destaca a importância da adesão aos princípios. “O Senac-RS é uma instituição ética, transparente e que visa ao equilíbrio entre crescimento econômico, desenvolvimento sustentável e preservação ambiental. Aderir ao Pacto ratifica as nossas ações e nos desafia a fazer ainda mais em prol de um crescimento sustentável”, declara. Além de implementar os princípios, o Senac-RS compromete-se a encaminhar um relatório sobre os progressos dentro de um ano e anualmente a partir de então, de acordo com a política da COP (Comunicação de Progresso) do Pacto Global. Saiba mais sobre o Pacto clicando aqui.

Confira, abaixo, os 10 Princípios do Pacto Global

Direitos Humanos

1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente;

2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.

Trabalho

3. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva;

4. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório;

5. A abolição efetiva do trabalho infantil;

6. Eliminar a discriminação no emprego.

Meio Ambiente

7. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais;

8. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental;

9. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

Anticorrupção

10. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Sobre o Pacto Global: O Pacto Global é uma iniciativa desenvolvida pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção refletidos em 10 princípios. Essa iniciativa conta com a participação de agências das Nações Unidas, empresas, sindicatos, organizações não-governamentais e demais parceiros necessários para a construção de um mercado global mais inclusivo e igualitário. Hoje já são mais de 12 mil organizações signatárias articuladas por cerca de 150 redes ao redor do mundo.

Compartilhar

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*