Servidores Públicos de Alegrete registram BO contra o governador do RS

Aproximadamente seis servidores públicos de Alegrete registraram um boletim de ocorrência contra o governador do Estado do Rio Grande do Sul.

Professores, aposentados e serventes foram até a Delegacia de Polícia dar queixa contra um descumprimento de ordem judicial.

Eles alegam que desde março de 2015, o governador vem desobedecendo os ditames do Artigo 35 da Constituição Estadual. Conforme relato, os servidores vêm sofrendo sucessivos prejuízos mensais em decorrência do atraso de pagamento de seus vencimentos.

Com o descumprimento, o Sindicato da categoria impetrou um Mandado de Segurança junto ao Tribunal de Justiça, com medida liminar deferida em 2016, quando determinou que o Governo pagasse imediatamente os vencimentos de todos os servidores do Estado. O que não está sendo cumprido, afirmam as vítimas. A desobediência judicial está causando danos materiais e morais aos servidores.

Aos policiais, alegaram que não conseguem honrar seus compromissos e estão sofrendo altas taxas de juros e cobranças de tarifas bancárias, além de dívidas no comércio local.

Só na última quinta-feira (28), foram registrados seis ocorrências policiais contra o governador, por desobediência – cumprimento de mandado judicial.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*