Um ato de amor à vida na Ponte Borges de Medeiros

Em um ato de amor à vida e preocupação com a população, os Jovens Adventistas – JA, idealizaram uma ação para auxiliar às pessoas que estão passando por problemas e enfrentam, hoje, uma das doenças mais graves da humanidade; a depressão, uma das principais causas para tantas recorrentes tentativas de suicídio. Nos meses  de novembro e dezembro a incidência foi ainda maior. Os Bombeiros e a Brigada Militar realizaram dezenas de resgates. O mais preocupante é que não há um parâmetro de idade, sexo ou de condição financeira.  Desde jovens até idosos, homens e mulheres tentaram tirar a própria vida.

Os jovens adventistas foram até a ponte Borges de Medeiros  durante a tarde do último sábado do ano 2017. O local é um dos mais procurados e que registrou, este ano, uma quantidade significativo de resgates.

O Grupo 148, colocou uma faixa na ponte ferroviária, com a seguinte frase: “Queremos ajudar você, ainda existe uma esperança”.

Além dos pacotes com um livro que foram amarrados nas guardas da ponte.

Logo após,  o grupo foi para o Parque Rui Ramos e entregou livros aos pedestres e aos condutores que passavam no local. Todos eram presenteados e também eram agraciados com palavras de amor e esperança.

Segundo André Sena, um dos idealizadores da ação juntamente com o Grupo 148, a ideia surgiu, devido ao número desenfreado de tentativas de suicídio na ponte. ” A pessoa se vê sem saída, motivos como depressão, dívidas e problemas familiares são os mais relatados que levam, muitas vezes, a não acharem outra saída. A saúde mental, física e espiritual estão interligadas e nós, os Jovens Adventistas, também estamos engajados na luta para reduzir esse índice que está cada dia maior”- comentou.

Andre argumenta que quase  todos os dias há comentários que  alguém tentou o suicídio. Ele explica que a forma de ajudar é abordando, conversando, ofertando uma palavra de esperança, pois muitas vezes as pessoas necessitam  disso.

O grupo 148 foi criado baseado em um versículo bíblico, Romanos 14.8 que diz: Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Romanos 14:8.

Os integrantes  realizam frequentemente visitas no Hospital Santa Casa. Aos sábados à  tarde, os jovens percorrem os corredores, cantam músicas e oram juntamente com os pacientes. Além das visitas hospitalares os Adventistas, realizam atividades em praças e locais estratégicos da cidade nos finais de semana.

Cerca de 60 pessoas entre jovens, adultos e crianças participaram do ato na ponte Borges de Medeiros, a última atividade dos Jovens Adventistas no ano de 2017.

O mês de setembro é um referencial e marcado por várias ações e palestras para prevenção do suicídio. Neste período, as redes sociais e órgãos de imprensa são inundados de material sobre o tema.

Porém, o assunto deve continuar sendo abordado. A depressão é  uma das doenças que mais afeta pessoas no mundo, mas ainda está muito longe de ser compreendida.

Nem todos aparentam estar sofrendo, mas a luta contra a doença é na grande maioria extremamente sombria.

Quando pensam em pessoas deprimidas, muitos imaginam alguém com uma expressão clara de sofrimento, chorando pelos cantos da casa ou no chão do banheiro.Mas é necessário ficar atento a todos os sintomas e situações diferentes. Há pessoas que estão com sorriso no rosto e o coração dilacerado diante de seus conflitos. A ajuda é de suma importância.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Curta nossa Fan Page

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será divulgado.


*