Yonlu, do cineasta alegretense é finalista ao prêmio de Melhor Filme em Festival na Noruega

O filme Yonlu, do alegretense Hique Montanari, é finalista ao Prêmio de Melhor Filme da primeira edição do Arctic Film Festival, Longyearbyen, Svalbard, da Noruega.

Yonlu concorre ao prêmio de melhor longa-metragem no festival de cinema ártico, longyearbyen, svalbard, que acontece no dia 14 de setembro.

A lista de finalistas do festival de cinema do ártico chegou e agraciou o cineasta alegretense. Concorrendo ao prêmio de Melhor Recurso com Julia Blue, Yonlu, To Tóquio.

O filme traz o artista Thalles Cabral, que retrata um jovem poeta, músico e desenhista, fluente em quatro idiomas. Apesar de talentoso, ele decidiu dar fim à sua vida depois de ingressar em uma comunidade virtual de assistência para potenciais suicidas.

Com a ajuda da internet, um garoto de 16 anos conquista o mundo com seu talento para a música e a arte. Yonlu tinha uma rede de amigos virtuais e ninguém desconfiava que também participava de um fórum de potenciais suicidas.

E assim, o diretor alegretense Hique Montanari, que já recebeu dois prêmios do Festival na Holanda. Prêmio Humanidade, por um filme que carrega uma importante mensagem social, é reconhecido novamente, agora na primeira edição do festival, no Ártico Norueguês.

Júlio Cesar Santos                                          Fotos: Reprodução

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *